Mergulhadores retiram bombas da Segunda Guerra de lago escocês

LONDRES (Reuters) - Mergulhadores recuperaram duas "bombas saltitantes" Highball da Segunda Guerra Mundial, no fundo de um lago escocês após uma operação de sete anos auxiliada pela marinha britânica.

Os dispositivos esféricos Highball, desenvolvidos pelo engenheiro britânico Barnes Wallis, são semelhantes às bombas usadas para destruir barragens alemãs durante a guerra.

Elas não continham explosivos e foram usadas ​​como um protótipo para testes, disse o British Sub-Aqua Club, que liderou a pesquisa, em um comunicado.

Os mergulhadores do clube, assistidos por um navio da Marinha e guindaste, retiraram as bombas de Loch Striven, a oeste de Glasgow, na quarta e quinta-feira. Eles agora pretendem oferecer os artefatos a museus de aviação.

"Foi inacreditável ver a primeira sair da água", disse o líder do projeto, Mark Paisey.

"Estava coberta de lama e crustáceos marinhos, mas quando a limpamos estava perfeitamente preservada, até as porcas e parafusos. Ninguém viu uma dessas por cerca de 75 anos, então foi bastante emocionante ver de perto."

As bombas Highball foram destinadas para uso contra o navio de guerra alemão Tirpitz, mas nunca foram utilizadas devido ao posicionamento da embarcação em um fiorde norueguês.

Elas foram então transferidas para o Pacífico para uso contra navios japoneses, mas a guerra terminou antes que pudessem ser usadas.

(Reportagem de Arese Joe-Oshodi)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos