Coreia do Norte despreza proposta sul-coreana para negociações militares

SEUL (Reuters) - A proposta da Coreia do Sul para amenizar as tensões entre as duas Coreias através de negociações militares, planejadas para esta sexta-feira, fracassou depois que a Coreia do Norte desprezou a tentativa, em um revés para as esperanças de diálogo do presidente sul-coreano, Moon Jae-in.

A Coreia do Norte permaneceu em silêncio sobre a proposta da Coreia do Sul, feita na segunda-feira, para realizar conversas sobre maneiras de evitar hostilidades em sua fronteira fortemente protegida.

Moon assumiu o cargo em maio, se comprometendo a engajar a Coreia do Norte no diálogo, mas também a pressionar o país para impedir seus programas nuclear e de míssil.

A proposta para conversas veio depois que a Coreia do Norte disse ter conduzido seu primeiro teste de um míssil balístico intercontinental no dia 4 de julho, e que havia dominado a tecnologia para montar uma ogiva nuclear nele.

O porta-voz do Ministério da Defesa sul-coreano, Moon Sang-gyun, disse a repórteres que as conversas propostas para esta sexta-feira eram praticamente impossíveis já que a Coreia do Norte não havia respondido.

Moon disse que a proposta ainda está de pé e encorajou a Coreia do Norte a responder.

(Reportagem de Jack Kim)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos