Popularidade de presidente francês Macron cai em julho, indica pesquisa

PARIS (Reuters) - A popularidade do presidente da França, Emmanuel Macron, caiu em julho, atingindo o nível mais baixo para um presidente francês com dois meses de mandato, indicou uma pesquisa de opinião nesta quarta-feira, em um sinal de que controvérsias sobre a reforma fiscal e cortes de gastos estão prejudicando o governo.

Entre os entrevistados pela Ipsos, 42 por cento têm uma visão positiva das ações de Macron como presidente e a mesma quantidade tem uma visão negativa.

As taxas positivas caíram 3 pontos desde o mês passado e as negativas subiram 15 pontos, com mais pessoas expressando sua opinião do que em junho.

Até o socialista François Hollande, que se tornou o presidente francês mais impopular da história moderna no início de seu mandato, ainda tinha 55 por cento de aprovação com dois meses no cargo, afirmou a Ipsos em comunicado.

Macron, que chegou ao poder em maio com promessas de um governo não partidário e de pôr um fim no tradicional jogo político de direita contra esquerda, teve um mês difícil, marcado por polêmicas públicas sobre cortes nos gastos militares, que levaram o chefe das Forças Armadas, Pierre de Villiers, a renunciar.

A pesquisa foi realizada entre os dias 21 e 22 de julho com 1.022 pessoas.

(Reportagem de Ingrid Melander)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos