Ex-autoridade do Departamento de Justiça dos EUA se junta à equipe de Mueller

Por Karen Freifeld

NOVA YORK (Reuters) - Uma ex-autoridade do Departamento de Justiça dos Estados Unidos se tornou o advogado mais recente a se juntar à equipe do conselheiro especial Robert Mueller que investiga interferência russa na eleição presidencial de 2016, confirmou um porta-voz da equipe.

Greg Andres começou nesta terça-feira, se tornando o 16º advogado na equipe, disse Josh Stueve, porta-voz do conselheiro especial.

Mais recentemente um advogado de defesa de crimes de colarinho branco no escritório nova-iorquino Davis Polk & Wardwell, Andres, de 50 anos, trabalhou no Departamento de Justiça de 2010 a 2012. Ele foi vice-procurador-geral assistente na divisão criminal, onde supervisionou a unidade de fraudes e administrou o programa que tinha como alvo subornos estrangeiros ilegais.

Mueller, que foi nomeado conselheiro especial em maio, está analisando possível conluio entre a campanha de Trump e a Rússia durante a eleição, entre outras questões. Comitês do Congresso também estão investigando a questão.

O fato de Mueller continuar a expandir sua equipe significa que a investigação não irá terminar tão cedo, disse Robert Ray, que sucedeu Kenneth Starr como conselheiro independente para a investigação Whitewater durante o governo Clinton.

“É um indicativo que a investigação irá se estender para dentro de 2018”, disse Ray. “Se irá se estender para além de 2018 é uma questão em aberto”.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos