Presidente da Câmara coloca em votação requerimento para encerrar discussão em denúncia de Temer

BRASÍLIA (Reuters) - A pedido de aliados do governo, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), decidiu colocar em votação na manhã desta quarta-feira um requerimento para encerrar a fase de discussão em plenário na análise da autorização para que o Supremo Tribunal Federal julgue a denúncia contra o presidente Michel Temer.

Inicialmente, os governistas só iriam apresentar esse requerimento se houvesse a garantia do quórum de 342 deputados, número mínimo previsto para a votação propriamente dita da autorização.

Contudo, eles alteraram a estratégia e decidiram apresentar o requerimento com cerca de 280 deputados tendo registrado presença em plenário.

A intenção é expor a oposição, que, apesar de presente na sessão, em sua maioria não registrou presença. Os oposicionistas cobram os aliados do governo a garantirem, sozinhos, o quórum para garantir a votação.

Às 11h52, 300 deputados registraram presença, embora já haja 372 na Câmara, segundo registros do sistema de controle interno da Casa.

(Reportagem de Ricardo Brito)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos