Serviço Secreto dos EUA testará drone para aumentar segurança em propriedade de Trump

Por David Shepardson

(Reuters) - O Serviço Secreto dos Estados Unidos informou nesta quarta-feira que planeja usar um pequeno drone durante a visita do presidente Donald Trump ao seu clube de golfe em Nova Jersey neste mês, num momento em que a agência considera novas maneiras de fornecer proteção.

Em documento divulgado nesta quarta-feira, a agência informou planejar usar um pequeno sistema de aeronave não tripulada durante a visita de Trump neste mês ao Trump National Golf Club, em Bedminster. O clube é um dos lugares preferidos de Trump nos finais de semana e ele deve ficar no local por um período prolongado em agosto.

O Serviço Secreto se negou a responder questões sobre as especificações do drone, mas disse que o teste irá ajudar a determinar o potencial para uso de tais veículos para proteger o presidente.

A agência disse estar trabalhando para incorporar diversos tipos de drones e sistemas interligados em seus esforços aéreos de monitoramento de segurança.

O drone possui câmeras eletro-ópticas e infravermelhas para identificar possíveis ameaças e possui microfilamentos interligados que fornecem energia à aeronave.

A agência informou que o drone pode estar dentro de alcance de residências particulares, o que pode levar a violações não intencionais de privacidade. A agência irá notificar pessoas no clube que o local está sendo monitorado por um drone.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos