Confronto entre Guarda do Irã e militantes na fronteira ocidental deixa dois mortos

(Reuters) - A Guarda Revolucionária do Irã entrou em confronto com um grupo de militantes no noroeste do país, matando dois deles, informou o site de notícias Tasnim no domingo.

O general Mohammad Pakpour, comandante das forças terrestres da Guarda, disse que outros quatro militantes foram feridos e material militar foi confiscado, de acordo com Tasnim.

A reportagem informa que os confrontos ocorreram na província de Azerbaijão Ocidental, que faz fronteira com a Turquia e o Iraque, mas não especifica quando o incidente ocorreu.

Os confrontos com grupos militantes iranianos curdos baseados no Iraque são comuns na área. No mês passado, a Guarda Revolucionária se envolveu em grandes confrontos com homens armados na fronteira com o Iraque, em que três deles morreram assim como um dos membros da Guarda, informou um comunicado.

Em 7 de junho, o Estado Islâmico atacou o parlamento em Teerã e o mausoléu do aiatolá Khomeini, matando ao menos 18 pessoas. Todos os rebeldes eram curdos iranianos.

A Guarda Revolucionária disparou vários mísseis em bases do Estado Islâmico na Síria em 18 de junho em resposta a esse ataque.

(Reportagem de Babak Dehghanpisheh)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos