Dezenas de imigrantes cruzam a fronteira da Espanha

MADRI (Reuters) - Dezenas de imigrantes da África subsaariana cruzaram do Marrocos para a Espanha nas primeiras horas desta segunda-feira depois de atravessarem um portão de fronteira que dá acesso ao enclave de Ceuta, informaram serviços de emergência.

É frequente imigrantes tentarem cruzar as fronteiras dos dois enclaves espanhóis no Norte africano, Ceuta e Melilla, muitas vezes escalando cercas de até 6 metros de altura.

Nesta segunda-feira, um grupo de mais de 100 imigrantes correu através de um portão na cerca usada normalmente como controle de fronteira, surpreendendo forças de segurança marroquinas e espanholas, disse uma testemunha da Reuters.

A Cruz Vermelha informou ter acudido 186 pessoas depois da investida matutina sobre a divisa, acrescentando que quatro imigrantes foram hospitalizados.

Uma vez dentro dos redutos espanhóis, os imigrantes normalmente são levados a abrigos temporários e mais tarde encaminhados ao território da Espanha, ou devolvidos a seu país de origem.

Muitos imigrantes tentam entrar na Espanha como forma de chegar a outras partes da Europa. As entradas por meio de Ceuta e Melilla, além do número de imigrantes tentando alcançar o solo espanhol pelo mar partindo do Norte africano, aumentaram neste ano, embora a rota entre a Líbia e a Itália continue sendo a mais popular.

Na semana passada, a Cruz Vermelha disse que neste ano já socorreu 7,4 mil imigrantes que cruzavam para a Espanha continental, Ceuta e Melilla, mais do que os 3,6 mil vistos no mesmo período um ano atrás.

(Por Sarah White)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos