Coreia do Norte liberta pastor canadense condenado à prisão perpétua, diz KCNA

PEQUIM (Reuters) - A Coreia do Norte libertou um pastor canadense que cumpria pena de prisão perpétua no país, por razões humanitárias, informou a agência de notícias estatal norte-coreana nesta quarta-feira.

"Rim Hyon Su, um cidadão canadense, foi libertado porque está doente, de acordo com a decisão da Corte Central da Coreia do Norte, no dia 9 de agosto de 2017, pelo ponto de vista humanitário", disse a KCNA.

Também conhecido como Hyeon Soo Lim, que serviu em uma das maiores igrejas do Canadá, o pastor foi condenado a uma vida de trabalho forçado em dezembro de 2015, pelo que a Coreia do Norte considerou como uma tentativa de destituir o regime.

(Reportagem de Ben Blanchard)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos