Rússia diz que sanções internacionais contra Venezuela "não são construtivas"

MOSCOU (Reuters) - As novas sanções impostas contra a Venezuela não são construtivas, disse o Ministério de Relações Exteriores da Rússia nesta quinta-feira, chamando a criação da Assembleia Nacional Constituinte do país sul-americano de base para avançar em direção à estabilidade.

Os Estados Unidos impuseram sanções contra oito autoridades venezuelanas na quarta-feira pelo papel que desempenharam na criação do poderoso novo órgão legislativo, fiel ao presidente Nicolás Maduro.

As novas sanções dos EUA tiveram como alvo políticos e figuras de segurança, mas pouparam a vital indústria de petróleo da Venezuela. Sanções contra o setor de energia, que prejudicariam a já debilitada economia do país, ainda estão sendo consideradas, disseram autoridades norte-americanas.

(Reportagem de Dmitry Solovyov)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos