Ex-procuradora-geral da Venezuela encontra chefe do Ministério Público do México

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - A ex-procuradora-geral da Venezuela Luisa Ortega se encontrou com o procurador-geral do México na quinta-feira, informou uma autoridade mexicana, semanas depois de Ortega deixar seu país acusando o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, de envolvimento com corrupção.

Ortega, que foi removida do cargo no início de agosto, disse há uma semana ter evidências de que Maduro está envolvido no esquema de corrupção da construtora Odebrecht que se espalhou pela América Latina.

Ortega disse que fornecerá detalhes sobre os casos de corrupção a autoridades de Brasil, dos Estados Unidos, da Espanha e da Colômbia.

O procurador-geral do México, Raúl Cervantes, recebeu Ortega por cerca de 10 minutos na Cidade do México, disse uma autoridade da Procuradoria-Geral, que falou sob condição de anonimato, sem fornecer mais detalhes.

Na noite de quinta-feira, Ortega postou uma foto no Twitter com Cervantes no México, dizendo que os dois tinham se encontrado para "coordenar ações na luta contra a corrupção".

Fotos publicadas em redes sociais anteriormente na quinta-feira mostraram a chegada de Ortega ao aeroporto da Cidade do México.

(Reportagem de Lizbeth Diaz)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos