Putin diz que situação da Coreia do Norte está à beira de "conflito de larga escala"

MOSCOU (Reuters) - O presidente russo, Vladimir Putin, advertiu nesta sexta-feira que o tenso impasse entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos está à beira de um conflito de larga escala, e disse que é um erro tentar pressionar Pyongyang com sanções sobre seu programa de míssil nuclear.

Putin, que comparecerá a uma cúpula de países do Brics na China na próxima semana, escreveu em um artigo publicado no site do Kremlin antes de sua viagem, que prefere, em vez da pressão com sanções, negociações com a Coreia do Norte.

"É essencial resolver os problemas da região por meio do diálogo direto envolvendo todos os envolvidos, sem qualquer pré-requisito (para essas conversas)", escreveu Putin.

"Provocações, pressão, retórica bélica e ofensiva são caminho para lugar nenhum".

A situação na península coreana se deteriorou tanto que está agora "equilibrada à beira de um conflito de larga escala", disse o líder russo.

(Reportagem de Dmitry Solovyov)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos