Rivais de Merkel diminuem distância antes de debate na televisão

BERLIM (Reuters) - Os social-democratas de centro esquerda (SPD) da Alemanha, reduziram levemente a distância em relação aos conservadores da chanceler Angela Merkel em pesquisa publicada neste domingo, apenas horas antes de a líder de centro-direita enfrentar seu concorrente Martin Schulz em debate na televisão.

A empresa Emnid afirmou em pesquisa preparada para o jornal Bild am Sonntag que, caso seus números fossem confirmados nas eleições de 24 de setembro, o próximo governo teria uma maioria estável apenas com a renovação da atual "grande coalizão" entre os conservadores de Merkel e o SPD - ou com uma complicada aliança de três vias entre os conservadores, os Verdes e os Democratas Livres (FDP).

O debate será o único confronto direto na televisão entre Merkel, chanceler da maior economia da Europa desde 2005, e Schulz, do SPD. Ele será transmitido ao vivo à noite nos quatro grandes canais.

A última pesquisa da Emnid mostrou que Schulz e o SPD ganharam um ponto percentual, para 24 por cento. Os conservadores de Merkel permaneceram inalterados em 38 por cento.

O esquerdista Die Linke chegou aos 9 por cento, tornando-se a terceira força política mais forte. Os Verdes, o FDP e o AfD anti-migrante ficaram em 8 por cento cada.

    (Reportagem de Michael Nienaber)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos