Alemanha e França propõem novas sanções da UE contra Coreia do Norte

BERLIM (Reuters) - Alemanha e França pedirão à União Europeia que faça consultas sobre a possibilidade de se impor sanções mais pesadas contra a Coreia do Norte, após o mais recente teste nuclear norte-coreano, disse o porta-voz do governo alemão, Steffen Seibert, nesta segunda-feira.

"A Coreia do Norte, sua liderança, e o presidente Kim são exclusivamente responsáveis por essa provocação", disse Seibert em coletiva de imprensa, acrescentando que o embaixador de Pyongyang seria novamente convocado ao Ministério de Relações Exteriores. "A Coreia do Norte está pisando em toda a lei internacional".

Berlim é a favor de uma solução "diplomática, pacífica" para a crise, disse, acrescentando que isso demanda uma resposta coordenada do mundo inteiro. "Não só do mundo ocidental, mas da Rússia e da China também", afirmou.

(Reportagem de Thomas Escritt)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos