G7 propõe fortalecer medidas para acabar com programa nuclear da Coreia do Norte

ROMA (Reuters) - Os países membros do G7 condenaram nesta segunda-feira o mais recente teste de míssil da Coreia do Norte e se comprometeram a tomar mais ações para garantir que o recluso regime do país asiático abandone completamente seu programa nuclear.

A condenação foi feita em um comunicado emitido pela Itália, que detém a Presidência rotativa do G7, e foi assinado pelos líderes de Canadá, França, Alemanha, Japão, Reino Unido, Estados Unidos, a Comissão Europeia e o Conselho Europeu.

"A Coreia do Norte deve cumprir imediatamente e completamente com todas as resoluções relevantes do Conselho de Segurança da ONU e abandonar todos os programas nuclear e de míssil balístico de uma maneira completa, verificável e irreversível", disse o comunicado.

"Nós estamos prontos para fortalecer ainda mais as medidas focadas em atingir esses objetivos e exigimos que o Conselho de Segurança da ONU cumpra suas responsabilidades e trabalhe para adotar uma nova e efetiva resolução que inclua medidas mais fortes".

(Reportagem de Isla Binnie)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos