Seul adverte que Coreia do Norte pode lançar míssil intercontinental após teste nuclear

Por Christine Kim e David Brunnstrom

SEUL/WASHINGTON (Reuters) - A Coreia do Sul disse nesta segunda-feira estar conversando com os Estados Unidos sobre mobilizar porta-aviões e bombardeiros estratégicos para a península coreana, devido a sinais de que a Coreia do Norte pode lançar um míssil balístico intercontinental (ICBM) depois do sexto e maior teste nuclear do regime norte-coreano.

O Conselho de Segurança da ONU deve se encontrar nesta segunda-feira para discutir novas sanções contra o isolado regime. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, também pediu para ser informado sobre todas as opções militares disponíveis, de acordo com seu secretário de Defesa.

Autoridades sul-coreanas disseram que atividades perto de locais de lançamento de mísseis sugerem que a Coreia do Norte planeja realizar mais testes de mísseis.

"Nós continuamos a ver sinais potencialmente de mais lançamentos de mísseis balísticos. Nós também prevemos que a Coreia do Norte pode lançar um míssil balístico intercontinental (ICBM)", disse Jang Kyoung-soo, vice-ministro interino da política de defesa militar, ao Parlamento, nesta segunda-feira.

(Reportagem adicional de Shin-hyung Lee, Hyunjoo Jin, Cynthia Kim em Seul, Steve Holland e John Walcott em Washington, John Ruwitch em Xangai, Wayne Cole e Swati Pandey em Sydney)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos