Maioria dos sul-coreanos duvida que Coreia do Norte iniciará guerra, aponta pesquisa

Por Christine Kim e James Oliphant

SEUL/WASHINGTON (Reuters) - A maior parte dos sul-coreanos duvida que a Coreia do Norte iniciará uma guerra, indicou uma pesquisa nesta sexta-feira, apenas alguns dias depois do mais potente teste nuclear norte-coreano, e após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, destacar mais uma vez a possibilidade de uma resposta militar dos EUA.

A tensão na península coreana se intensificou conforme o líder norte-coreano, Kim Jong Un, acelerou o desenvolvimento de armas, desafiando as sanções da ONU ao testar uma série de mísseis este ano, incluindo um que sobrevoou o Japão, e conduzindo seu sexto teste nuclear no domingo.

Especialistas acreditam que o isolado regime está perto de seu objetivo de desenvolver uma poderosa arma nuclear capaz de atingir os Estados Unidos, o que Trump se comprometeu a impedir.

Entretanto, uma pesquisa da Gallup Korea mostrou que os sul-coreanos estão consideravelmente menos preocupados com guerra do que em junho de 2007, nove meses depois de a Coreia do Norte conduzir seu primeiro teste nuclear, em setembro de 2006.

O levantamento mostrou que 58 por cento dos entrevistados avaliam que não há possibilidade de a Coreia do Norte causar uma guerra, enquanto apenas 37 por cento pensam que o cenário pode acontecer.

Em 2007, 51 por cento dos entrevistados disseram esperar uma guerra, enquanto 45 por cento disseram que não.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos