Número de mortes por terremoto no México sobe para 96

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - O forte terremoto que atingiu o sul do México na noite de quinta-feira deixou ao menos 96 mortos, danificou dezenas de milhares de casas e afetou cerca de 2,5 milhões de pessoas, disseram autoridades do governo, à medida que mais detalhes sobre o desastre vieram à tona.

O governador de Oaxaca, Alejandro Murat, disse à mídia local que o número de mortes em seu Estado subiu para 76. Murat disse que relatórios preliminares mostraram que ao menos 12 mil casas foram danificadas, e alertou que o número provavelmente aumentará.

Outras 16 vítimas fatais foram confirmadas no Estado de Chiapas e quatro no vizinho Tabasco. A maior parte das mortes de Oaxaca aconteceram na cidade de Juchitán, onde mais de 5 mil casas foram destruídas.

O terremoto de magnitude 8,1 na costa do Estado de Chiapas foi mais forte do que um tremor de 1985 que destruiu partes da Cidade do México e matou milhares de pessoas. Entretanto, sua profundidade maior e distância ajudou a salvar a capital de danos mais graves.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos