Arábia Saudita condena "política de repressão" do governo de Mianmar

(Reuters) - A Arábia Saudita, local de nascimento do Islã, condenou no sábado a "política de repressão" do governo de Mianmar contra a minoria muçulmana rohingya.

"Meu país está seriamente preocupado e condena a política de repressão e deslocamento forçado conduzida pelo governo de Mianmar contra a minoria rohingya", disse o ministro das Relações Exteriores, Adel al-Jubeir, em um discurso na Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas.

Bangladesh e organizações de ajuda estão lutando para ajudar 422 mil muçulmanos rohingya que chegaram desde 25 de agosto, quando ataques de militantes rohingya desencadearam uma repressão de Mianmar que a ONU tem classificado como limpeza étnica.

(Por Yara Bayoumy)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos