Estado Islâmico reivindica ataque em Las Vegas, diz que agressor se converteu ao islã

CAIRO (Reuters) - O Estado Islâmico reivindicou responsabilidade pelo ataque a tiros que matou ao menos 50 pessoas e deixou mais de 400 feridos em Las Vegas na noite de domingo, e disse que o agressor havia se convertido ao islã alguns meses atrás.

"O ataque de Las Vegas foi conduzido por um soldado do Estado Islâmico e realizado em resposta a pedidos para atingir Estados da coalizão", disse a agência de notícias do grupo, a Amaq, em referência à coalizão liderada pelos Estados Unidos que luta contra o grupo no Oriente Médio.

"O agressor de Las Vegas se converteu ao islã alguns meses atrás", acrescentou a Amaq.

(Reportagem de Ali Abdelaty)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos