Ex-presidente Piñera consolida vantagem em eleição do Chile, aponta pesquisa

Por Fabian Cambero

SANTIAGO (Reuters) - O candidato presidencial conservador Sebastián Piñera consolidou uma firme liderança para a eleição de novembro no Chile, de acordo com pesquisa da consultoria CERC Mori divulgada nesta terça-feira.

A pesquisa revelou que o ex-presidente Piñera deve receber 44 por cento dos votos no primeiro turno de 19 de novembro, mais que os 35 por cento apontados pelo levantamento anterior da CERC Mori divulgado no início de julho.

O senador de centro-esquerda Alejandro Guillier deve obter 30 por cento no primeiro turno, disse a pesquisa, e a candidata de extrema-esquerda Beatriz Sánchez outros 11 por cento.

A CERC Mori disse não ter conseguido estimar precisamente as intenções de voto para um possível segundo turno, que será necessário se nenhum candidato conseguir mais de 50 por cento dos votos válidos na votação inicial.

Como há seis postulantes de esquerda na disputa, existe a possibilidade de uma grande aliança contra Piñera em um eventual segundo turno.

No presente, porém, não há sinal de formação de tal aliança, de acordo com Marta Lagos, diretora da CERC Mori.

"Se um movimento contra Piñera se formar, alguém poderia emergir como líder. A questão é que este movimento não existe, nem a liderança", disse ela em uma coletiva de imprensa.

Outras sondagens levaram a crer que um segundo turno provavelmente seria muito mais disputado do que o primeiro, mas que Piñera provavelmente prevaleceria.

Uma vitória de Piñera --que serviu como presidente do país produtor de cobre entre 2010 e 2014-- seria bem recebida pelo empresariado chileno, que culpa a atual ocupante do posto, Michelle Bachelet, e sua coalizão de centro-esquerda por provocar incerteza no mercado em uma das economias mais liberais da América Latina.

Mas esse êxito decepcionaria a base de Bachelet, além de uma geração de chilenos mais jovens que estão exigindo mudanças profundas na estrutura política e econômica da nação.

(Reportagem adicional de Antonio de la Jara e Felipe Iturrieta)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos