Polícia francesa interroga 5 suspeitos por explosivos encontrados em Paris

Por Emmanuel Jarry

PARIS (Reuters) - Investigadores franceses de combate ao terrorismo interrogaram cinco pessoas, nesta terça-feira, depois que a polícia encontrou, durante o fim de semana, o que pareceu ser uma bomba pronta para ser detonada em um apartamento em um dos bairros mais chiques de Paris.

O ministro do Interior francês, Gérard Collomb, disse que um dos detidos estava em uma lista dos serviços de inteligência de pessoas "radicalizadas" -- uma lista que inclui nomes de possíveis militantes islâmicos.

"Nós ainda estamos em estado de guerra", disse Collomb, falando depois de um ataque no domingo, no qual um homem armado com uma faca matou duas mulheres em Marselha, à rádio France Inter.

Fontes judiciais disseram que o dispositivo explosivo incluia dois botijões de gás dentro do prédio no rico distrito 16º de Paris, e dois do lado de fora, alguns deles cobertos com gasolina e com cabos para serem conectados a celulares.

Não ficou claro porque o dispositivo foi colocado no local onde foi encontrado, uma vez que não havia nenhum alvo evidente vivendo ali, disseram as fontes judiciais.

(Reportagem de Sudip Kar-Gupta, Brian Love e Emmanuel Jarry)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos