Líder catalão apoia mediação para resolver crise e diz que resultado de referendo deve ser implementado

BARCELONA (Reuters) - O líder regional catalão Carles Puigdemont disse nesta quarta-feira que é a favor da mediação para encontrar uma saída para a crise catalã, mas que o governo espanhol não aceitou.

"Este momento exige mediação. Recebemos várias ofertas nas últimas horas e receberemos mais. Todos sabem que estou pronto para iniciar um processo de mediação", disse ele em um discurso televisionado.

"Vou repetir tantas vezes quanto for necessário: diálogo e acordo fazem parte da cultura política do nosso povo. No entanto, o Estado não deu nenhuma resposta positiva a essas ofertas", afirmou.

Espera-se que o Parlamento catalão declare unilateralmente a independência da Espanha na próxima segunda-feira após um referendo que o governo espanhol e os tribunais declararam ilegal.

"Estou certo de que nos próximos dias mostraremos o melhor do nosso país, quando as instituições da Catalunha terão que aplicar os resultados do referendo", disse Puigdemont.

(Reportagem de Adrian Croft)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos