PSDB pede vaga de Bonifácio na CCJ; deputado segue na relatoria de denúncia contra Temer em vaga do PSC

BRASÍLIA (Reuters) - A bancada do PSDB na Câmara pediu de volta a vaga ocupada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) pelo deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), relator da denúncia contra o presidente Michel Temer, mas o presidente do colegiado, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), garantiu que o deputado permanecerá na relatoria.

Bonifácio continuará como relator ocupando uma vaga do PSC na CCJ.

"Indico o deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) para integrar, como membro suplente, a Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania - CCJC - em substituição ao deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP)", diz nota assinada pelo deputado Professor Victório Galli, líder do PSC, endereçada ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Pouco antes, também em nota, o presidente da CCJ justificava a manutenção de Bonifácio na relatoria.

“A escolha do deputado federal Bonifácio de Andrada teve critérios próprios e já amplamente divulgados, sem motivação partidária. Portanto, ele permanecerá relator caso se mantenha na CCJ pelo PSDB ou qualquer outro partido”, disse Pacheco.

Bonifácio reuniu-se mais cedo com lideranças do PSDB e o presidente interino do partido, senador Tasso Jereissati (CE), ocasião em que o relator foi informado da intenção do partido de desligá-lo da vaga na CCJ.

“Colocamos para ele (Bonifácio) a dificuldade –-e ele entendeu essa dificuldade-– que existe de ele relatar essa matéria pelo PSDB em função das divergências internas que nós temos na bancada”, disse o líder tucano na Câmara dos Deputados, Ricardo Tripoli (SP).

Pelas regras regimentais, os partidos --e não os deputados-- é que detém as vagas nas comissões. O PSDB, que passa por uma divisão interna cada dia mais evidente, decidiu nesta quinta-feira sugerir que Bonifácio seja acolhido por outra sigla para seguir relatando o caso após reunião de dirigentes do partido com o deputado.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos