Tempestade tropical Nate castiga América Central e segue para EUA

SAN JOSÉ (Reuters) - A tempestade tropical Nate desencadeou forte chuva por grande parte da América Central nesta quinta-feira, matando ao menos três pessoas na Costa Rica, conforme segue para a Costa do Golfo dos Estados Unidos, onde deve chegar como um furacão neste fim de semana.

A tempestade Nate deve se fortalecer para um furacão de Categoria 1 até o momento que atingir a Costa do Golfo dos EUA no domingo, disse o porta-voz do Centro Nacional de Furacões (NHC) Dennis Feltgen.

O governo da Costa Rica declarou um estado de emergência, fechando escolas e outros serviços não essenciais. Autoridades da emergência relataram três mortos por conta de chuvas intensas, incluindo uma criança.

Estradas foram fechadas por conta de deslizamentos de terra e quedas de energia também foram relatadas em partes da Costa Rica, onde autoridades enviaram mais de 3.500 soldados.

Na Nicarágua, três pessoas foram relatadas como desaparecidas e escolas também foram fechadas por conta da chuva, que o centro sediado em Miami disse poder ser de até 76 centímetros em algumas áreas isoladas.

Por volta das 14h desta quinta-feira, no horário local, a tempestade Nate estava somente a 80 quilômetros a noroeste de Puerto Cabezas, Nicarágua, e a cerca de 80 quilômetros a sul-sudoeste de Puerto Lempira, Honduras, se movendo a noroeste com velocidade de 15 quilômetros por hora, relatou o NHC.

A Nate, que possuía ventos máximos sustentados de 64 quilômetros por hora, era esperada para se mover pelo nordeste da Nicarágua e leste de Honduras nesta quinta-feira e entrar na região noroeste do Mar do Caribe na noite desta quinta-feira.

A tempestade estará “perto de intensidade de furacão” quando se aproximar da península de Iucatã na sexta-feira, informou o NHC.

A Nate irá despejar 38 a 51 centímetros de chuva sobre a Nicarágua, e a Costa Rica e o Panamá irão receber 13 a 25 centímetros de chuva e 51 centímetros em algumas áreas isoladas, segundo o NHC. Autoridades norte-americanas da Flórida ao Texas pediram nesta quinta-feira para moradores se prepararem para a tempestade. Um estado de emergência foi declarado para 29 condados da Flórida e para a cidade de Nova Orleans.

Feltgen disse que moradores da Costa do Golfo devem monitorar a tempestade e preparar suprimentos, mas acrescentou ser muito cedo para prever com qualquer certeza se a Nate irá atingir solo. “A ameaça do impacto está crescendo, então pessoas ao longo da região norte da Costa do Golfo devem prestar atenção”, disse Feltgen.

Grandes produtoras de petróleo, incluindo a Exxon Mobil Corp, Chevron Corp e Royal Dutch Shell Plc começaram a retirar funcionários de plataformas de produção no Golfo do México.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos