Aerolíneas Argentinas encerra voo semanal para Venezuela

BUENOS AIRES (Reuters) - A companhia aérea argentina Aerolíneas Argentinas encerrou seus voos semanais para Caracas citando "razões operacionais", informou a empresa em comunicado.

A companhia havia adiantado à Reuters em agosto que iria parar de vender passagens para o voo devido a preocupações de segurança em decorrência da crise política na Venezuela.

A Aerolínas ofereceu transferir os passageiros para Bogotá, na vizinha Colômbia, sem custos.

A decisão de encerrar o voo semanal de Buenos Aires para Caracas isola ainda mais a Venezuela das rotas internacionais de viagem, depois que empresas como Lufthansa, Air Canada e United Continental decidiram deixar o país.

As empresas citaram fatores incluindo demanda fraca, problemas de pagamento por parte do governo do presidente Nicolás Maduro e preocupações de segurança.

Meses de protestos contra Maduro ao longo deste ano deixaram ao menos 125 mortos na Venezuela.

(Reportagem de Luc Cohen)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos