Veículos militares turcos vasculham província síria antes de grande operação, dizem fontes

Por Suleiman Al-Khalidi e Angus McDowall

AMÃ/BEIRUTE (Reuters) - Uma pequena equipe de reconhecimento do Exército turco cruzou, neste domingo, a fronteira rumo à província síria de Idlib, afirmou um rebelde sírio de alto escalão, antes de uma operação militar planejada para impor a paz no disputado noroeste da Síria.

O grupo militar foi escoltado para a área por rivais dos rebeldes, a aliança jihadista Tahrir al-Sham, contra a qual a operação foi planejada, disseram fontes locais, sugerindo que um acordo pode surgir a fim de evitar a batalha.

No entanto, os jihadistas e as Forças Armadas turcas já haviam trocado fogo nas proximidades, ressaltando as tensões enquanto a Turquia constrói forças e os grupos e os rebeldes se preparam para invadir Idlib.

O presidente turco, Tayyip Erdogan, disse no sábado que os rebeldes sírios apoiados pelas forças turcas lançariam uma operação em Idlib e advertiram que o país não permitiria "um corredor terrorista" perto de suas fronteiras.

O primeiro-ministro Binali Yildirim destacou a importância de garantir o fim do agravamento na fronteira. "Vamos garantir a segurança na Idlib e cooperaremos com a Rússia", disse Yildirim.

A operação segue um acordo entre a Turquia e os aliados do presidente da Síria, Bashar al-Assad, a Rússia e o Irã, para impor uma zona de "fim de escalonamento" em Idlib e áreas próximas para reduzir a guerra na região, um acordo que não inclui Tahrir al-Sham.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos