Popularidade de Trump registra queda no interior dos EUA, aponta pesquisa

(Reuters) - Nos arredores do condado de Morgan, em McConnelsville, uma área rural do Estado norte-americano de Ohio que apoiou o presidente Donald Trump em peso na eleição do ano passado, o vendedor John Wilson lista serenamente suas decepções com o homem que ajudou a eleger.

O bancário aposentado, de 70 anos, disse estar descontente com as disputas internas e as mudanças de funcionários na Casa Branca. Ele também desaprova as várias viagens de Trump a seus clubes de golfe particulares, gostaria que o presidente fizesse mais para melhorar o sistema de saúde e teme que ele recue em sua promessa de expulsar imigrantes ilegais do país.

"Todo presidente comete erros", disse Wilson. "Mas se você soma um a outro, e a outro, e a outro, existe um limite".

Trump, que conquistou milhões de eleitores em locais como o condado de Morgan em 2016, vem perdendo apoio na chamada América rural.

De acordo com uma pesquisa Reuters/Ipsos, a popularidade do presidente republicano está caindo em cidades pequenas e comunidades rurais, que concentram 15 por cento da população do país. A sondagem com mais de 15 mil adultos em áreas "não metropolitanas" revelou que estes estão igualmente inclinados a aprovar e desaprovar Trump.

Em setembro, 47 por cento dos habitantes de áreas não metropolitanas aprovavam Trump, e outros 47 por cento desaprovavam -- uma queda na aprovação em relação às quatro primeiras semanas de Trump no cargo, quando 55 por cento diziam aprová-lo e 39 por cento o desaprovavam.

A pesquisa apontou que Trump perdeu apoio em áreas rurais entre homens, brancos e pessoas sem ensino universitário, além de republicanos do interior e eleitores rurais que o escolheram no dia da eleição.

Embora Trump ainda mostre números relativamente altos no levantamento quanto à condução da economia e da segurança nacional, os norte-americanos do interior estão cada vez mais insatisfeitos com seu desempenho na imigração, uma parte central de sua campanha presidencial.

Em setembro 47 por cento dos cidadãos rurais disseram aprovar a forma como Trump está lidando com a imigração, uma queda em reação aos 56 por cento de seu primeiro mês no poder.

Os entrevistados pela Reuters apontaram razões diferentes para sua insatisfação com o presidente neste quesito. Alguns disseram estar cansados de esperar que Trump cumpra sua promessa de construir um muro na fronteira sul com o México, e outros afirmaram que estão incomodados com os esforços de seu governo para restringir as viagens aos EUA.

O governo Trump não quis comentar a pesquisa Reuters/Ipsos.

Mas é certo que Trump ainda é muito mais popular nas áreas rurais do que em quaisquer outras.

Desde que tomou posse, "eu gosto dele menos, mas o apoio mais", disse Robert Cody, engenheiro químico de 87 anos de Bartlesville, no Oklahoma, argumentando que Trump pode irritar algumas pessoas pela maneira como fala, mas que este é um preço pequeno a se pagar para um presidente que lutará para acabar com as regulamentações do governo e fortalecer a fronteira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos