Hackers norte-coreanos roubaram planos militares da Coreia do Sul e dos EUA, diz agência

(Reuters) - Hackers da Coreia do Norte roubaram uma grande quantidade de documentos militares confidenciais, incluindo o mais recente plano operacional de guerra da Coreia do Sul e dos Estados Unidos, afirmou um parlamentar governista sul-coreano, segundo a agência de notícias Yonhap, nesta terça-feira.

O representante do Partido Democrático Rhee Cheol-hee disse que 235 gigabytes de documentos militares foram obtidos do Centro de Dados Integrados de Defesa, citando informação de autoridades de defesa não identificadas, segundo a Yonhap.

O conteúdo de cerca de 80 por cento dos dados ainda não foi identificados, disse Rhee, acrescentando que a invasão aconteceu em setembro do ano passado.

Pyongyang negou responsabilidade pelos cibertaques, segundo a Yonhap, criticando Seul por "fabricar" acusações sobre ataques cibernéticos.

Rhee Cheol-hee e seu gabinete não estavam disponíveis de imediato para comentar.

(Reportagem de Ishita Chigilli Palli em Bengaluru)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos