Trump promete adotar medidas para punir empresas que terceirizam empregos no exterior

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse ter preparado uma medida de "desenvolvimento econômico" que punirá empresas que terceirizam empregos globalmente.

O projeto de lei oferecerá incentivos econômicos às companhias, disse Trump em entrevista à revista Forbes publicada nesta terça-feira, e recompensará aquelas que mantiverem empregos nos EUA, mas usará medidas punitivas contra as empresas que transferirem suas operações para o exterior.

"É um incentivo para ficar", disse Trump. "Mas talvez seja ainda mais -- se você sair, será muito duro para você pensar que poderá vender seu produto para seu próprio país".

Trump não especificou quais serão as recompensas ou punições, e a Casa Branca não estava disponível de imediato para comentar.

Trump, corretor de imóveis de Nova York e ex-apresentador de reality show, vem tendo dificuldade para transformar sua experiência empresarial em sucesso governamental, e ainda não conseguiu nenhuma grande vitória legislativa.

O governo Trump revogou uma série de regulamentações, como o Plano de Energia Limpa, que era o pilar da regulamentação criada pelo ex-presidente Barack Obama para combater a mudança climática.

Na segunda-feira, o diretor da Agência de Proteção Ambiental disse que rescindirá as regras.

(Por Makini Brice em Washington)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos