Trump sugere questionar licença de redes de televisão por "notícias falsas"

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sugeriu na quarta-feira questionar as licenças da NBC e outras redes de televisão, no mais recente ataque contra a mídia após a rede NBC News ter divulgado reportagens sobre o secretário de Estado e o arsenal nuclear do país.

"Com todas as notícias falsas saindo da NBC e das emissoras, em que ponto é apropriado contestar sua licença? Ruim para o país!" escreveu Trump em uma publicação no Twitter.

Trump tem usado repetidamente o termo "notícias falsas" (fake news) para lançar dúvidas sobre reportagens que tratam de seu governo, muitas vezes sem fornecer qualquer evidência para sustentar a afirmação de que as notícias não são verdadeiras.

Mas sua sugestão de que as licenças poderiam ser revogadas enfrenta grandes obstáculos.

A Comissão Federal de Comunicações (FCC, na sigla em inglês)não licencia redes de televisão, mas emite licenças para estações de transmissão individuais, que são renovadas de forma escalonada por períodos de oito anos.

A Comcast Corp, dona da NBC Universal, também possui 11 estações de televisão, incluindo em Nova York, Washington, Los Angeles, San Francisco, Boston, Dallas e Chicago. Uma porta-voz da Comcast não comentou imediatamente a mensagem do presidente.

Um porta-voz do presidente da FCC não comentou imediatamente.

De acordo com informações do site da FCC, ao analisar as licenças, a agência deve determinar se a renovação é do interesse público.

Além disso, a FCC informa esperar que "as estações licenciadas estejam cientes dos importantes problemas e questões que enfrentam suas comunidades locais e promovam a compreensão pública, apresentando programação que se relacione com essas questões locais".

A FCC não emite licenças semelhantes para redes de televisão a cabo como CNN e MSNBC, ou regula as notícias da internet ou em outros sites.

No início da década de 1970, o presidente Richard Nixon e seus principais assessores discutiram o uso do processo de renovação da licença da FCC como forma de punir o jornal Washington Post pela cobertura do escândalo do Watergate.

Nos últimos dias, a NBC News reportou sobre as tensões entre Trump e o secretário de Estado, Rex Tillerson, e disse que, em julho, Trump buscou um aumento dramático no arsenal nuclear do país.

(Por David Shepardson)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos