Consequências serão "extremamente negativas" se EUA deixarem acordo com Irã, diz Kremlin

MOSCOU (Reuters) - O Kremlin afirmou nesta sexta-feira que as consequências serão "extremamente negativas" se os Estados Unidos deixarem o acordo com o Irã sobre o programa nuclear iraniano, e que Teerã provavelmente também abandonaria o pacto.

"Certamente isso irá prejudicar a atmosfera de previsibilidade, segurança, estabilidade e não proliferação no mundo inteiro", disse Dmitry Peskov, porta-voz do presidente russo, Vladimir Putin, a repórteres.

O porta-voz do Kremlin acrescentou que a Rússia continuará com sua política de garantir a não proliferação de armas nucleares.

(Reportagem de Dmitry Solovyov)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos