Temer era destinatário de parte de recursos em esquema de Eduardo Cunha, diz Funaro

BRASÍLIA (Reuters) - O empresário Lúcio Funaro afirmou em depoimento à Procuradoria-Geral da República que o presidente Michel Temer seria o destinatário de parte da propina negociada em esquema de corrupção comandado pelo ex-deputado Eduardo Cunha.

"Tenho certeza que parte do dinheiro que era repassado, que o Eduardo Cunha capitaneava em todos os esquemas que ele tinha, dava um percentual também para o Michel Temer", disse Funaro no depoimento, segundo vídeo divulgado no site do jornal Folha de S.Paulo.

"Eu nunca cheguei a entregar, mas o Altair (Altair Alves Pinto, emissário de Cunha) deve ter entregado, assim, algumas vezes", afirmou.

O jornal teve acesso ao depoimento prestado no dia 23 de agosto deste ano, em que o empresário, preso em Brasília, afirma que Temer "tinha conhecimento dos fatos".

O Palácio do Planalto respondeu, em nota, que "o presidente Michel Temer não fazia parte da bancada de ninguém", em referência ao grupo de Cunha, e que "toda e qualquer afirmação nesse sentido é falsa".

Em setembro, o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), homologou o acordo de delação premiada do empresário Lúcio Funaro.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos