PF faz buscas em gabinete de deputado Lúcio Vieira Lima na Câmara

BRASÍLIA (Reuters) - A Polícia Federal realizou buscas na manhã desta segunda-feira no gabinete do deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) na Câmara como parte das investigações relativas à descoberta de 51 milhões de reais em espécie em um apartamento de Salvador atribuídos ao ex-ministro Geddel Vieira Lima, irmão do parlamentar.

Além das buscas na Câmara, a PF também cumpre mandados no apartamento residencial do deputado em Brasília e em mais dois endereços ligados ao parlamentar em Salvador, em operação requerida pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), de acordo com uma fonte com conhecimento da ação.

Procurada, a Polícia Federal não respondeu de imediato.

No mês passado, a Justiça Federal do Distrito Federal enviou ao STF as investigações relativas a operações que envolvem Geddel por suspeitas de que seu irmão, que possui foro privilegiado, possa estar envolvido no crime de lavagem de dinheiro.

De acordo com a Justiça Federal do DF, a operação que encontrou os 51 milhões de reais atribuídos a Geddel esbarrou em indícios de que Lúcio também pode ter participado do crime de lavagem de dinheiro.

Contactados, o deputado, sua assessoria de imprensa e o advogado dele, Gamil Foppel, não se manifestaram de imediato a respeito da ação.

(Reportagem de Ricardo Brito)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos