Putin defende diálogo como saída para crise com Coreia do Norte

SÓCHI (Reuters) - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta quinta-feira que Moscou condena os testes nucleares da Coreia do Norte, mas insistiu que a crise na península coreana precisa ser resolvida por meio do diálogo.

"Nós condenamos os testes nucleares conduzidos pela Coreia do Norte", disse Putin a estudantes e repórteres durante sessão do Valdai Discussion Club.

"Mas, é absolutamente necessário resolver esse problema através do diálogo e não colocar a Coreia do Norte contra a parede, a ameaçando com o uso de força, e não cair na total insolência."

(Reportagem de Polina Nikolskaya)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos