Ex-gerente de campanha de Trump é indiciado por 12 acusações

WASHINGTON (Reuters) - Paul Manafort, ex-gerente de campanha do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e um ex-sócio foram indiciados por um grande júri federal dos EUA por 12 acusações, incluindo conspiração contra os Estados Unidos, conspiração para lavagem de dinheiro e violação das leis bancárias e de lobby, informou o Conselho Especial Federal nesta segunda-feira.

"O indiciamento contém 12 acusações: conspiração contra os Estados Unidos, conspiração para lavagem dinheiro, agente não registrado de autoridade estrangeira, testemunhos falsos e enganosos, falsos testemunhos e sete acusações de falha em registrar relatórios de bancos e contas financeiras estrangeiras", afirmou o conselho em comunicado.

(Reportagem de Doina Chiacunkoe)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos