Desmoronamento pode ter matado 200 pessoas após teste nuclear na Coreia do Norte, diz TV japonesa

Em Tóquio

  • Airbus Defense & Space and 38 North via Reuters

    7.out.2016 - Imagem de satélite da região em torno do local do teste nuclear de Punggye-Ri, na Coreia do Norte

    7.out.2016 - Imagem de satélite da região em torno do local do teste nuclear de Punggye-Ri, na Coreia do Norte

 Um túnel na base de testes nucleares da Coreia do Norte desmoronou após o sexto teste atômico de Pyongyang, em setembro, possivelmente matando mais de 200 pessoas, afirmou a emissora de TV japonesa Asahi nesta terça-feira (31), citando fontes não identificadas com conhecimento da situação. A Reuters não foi capaz de verificar a informação.

Cerca de 100 trabalhadores da instalação nuclear de Punggye-ri foram atingidos pelo desmoronamento inicial, que aconteceu perto do dia 10 de setembro, disse a emissora.

Um segundo desmoronamento durante uma operação de resgate pode significar que o número de mortes ultrapassou 200 pessoas, acrescentou.

Especialistas disseram que uma série de tremores e deslizamentos de terra perto da base de testes nucleares provavelmente indicam que o sexto e mais poderoso lançamento do país, realizado no dia 3 de setembro, desestabilizou a região, e que a instalação de Punggye-ri pode ficar por muito tempo sem ser utilizada para testar armas nucleares. Reportagem de Kiyoshi Takenaka)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos