Premiê britânica diz estar profundamente preocupada com alegações de assédio sexual no Parlamento

LONDRES (Reuters) - A primeira-ministra britânica, Theresa May, disse nesta segunda-feira estar profundamente preocupada com a onda de alegações de assédio sexual no Parlamento e que vítimas de abuso precisam saber que suas queixas serão investigadas adequadamente.

May, cujo secretário de Defesa renunciou na última semana alegando que suas condutas no passado estavam longe do padrão esperado, disse a um público de empresários que no coração do crescente escândalo está a questão de uso e abuso de poder.

(Reportagem de Guy Faulconbridge)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos