Presidente do Egito diz ser contra ideia de ataques contra Irã e Hezbollah

(Reuters) - O presidente egípcio, Abdel Fattah al-Sisi, disse nesta quarta-feira ser contra a ideia de ataques militares contra o Irã ou o grupo libanês apoiado por Teerã, Hezbollah, uma vez que há bastante turbulência no Oriente Médio.

Ele foi perguntado sobre o que pensa sobre a perspectiva de tais ataques em uma sessão de perguntas e respostas com jornalistas - dois dias depois que a Arábia Saudita acusou o Líbano de declarar guerra através de ações agressivas do Hezbollah.

Sisi afirmou que é contra guerra, sem explicar quem poderia estar envolvido em ações militares.

Quando questionado sobre prisões recentes na Arábia Saudita durante uma repressão anticorrupção, Sisi disse que a situação no reino era reconfortante e estável.

(Reportagem de Ahmed Aboulenein e Malak Ghobrial)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos