Homens armados atacam comboio de caminhões e deixam 9 mortos no Egito, dizem fontes

CAIRO (Reuters) - Suspeitos de serem militantes mataram a tiros ao menos nove motoristas de caminhões na região egípcia do Sinai na noite de quinta-feira, quando atacaram um comboio de transportes colocando fogo nos veículos, relataram fontes médicas e de segurança nesta sexta-feira.

As forças de segurança do Egito têm lutado desde 2014 contra um grupo afiliado ao Estado Islâmico no Sinai do Norte, onde militantes tem atacado principalmente policiais e soldados, mas também visado, ocasionalmente, infraestruturas e negócios.

Duas fontes de segurança em Al-Arish disseram que homens armados atacaram o comboio, que estava levando carvão a uma fábrica de cimento.

Os corpos dos motoristas, todos mortos a tiros, foram levados ao necrotério do hospital público de Suez, afirmaram quatro fontes médicas.

Um porta-voz do Exército disse não que havia nenhum comunicado oficial sobre o incidente. Uma autoridade do Ministério do Interior não respondeu a um pedido por mais informações.

Nenhum grupo reivindicou responsabilidade pelo ataque de imediato.

(Reportagem de Ahmed Mohamed Hassan, Ahmed Tolba e MohamedAbdellah)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos