Inundações-relâmpago matam ao menos 15 após chuvas perto de Atenas

Por Vassilis Triandafyllou e Alkis Konstantinidis

MANDRA, Grécia (Reuters) - Ao menos 15 pessoas morreram em inundações-relâmpago na Grécia nesta quarta-feira, o incidente mais mortífero dos últimos anos, quando uma torrente de lama vermelha varreu cidades a oeste da capital Atenas depois de chuvas pesadas, disseram autoridades.

Chuvas torrenciais deste tipo são incomuns no país, cuja infraestrutura deficiente pode deixar os cidadãos vulneráveis a enchentes.

O dilúvio desencadeado da noite para o dia transformou ruas das cidades industriais de Nea Peramos e Mandra, cerca de 27 quilômetros a oeste de Atenas, em rios velozes e aprisionaram dezenas de pessoas em suas casas ou carros.

Alguns moradores foram obrigados a subir em telhados e sacadas enquanto carros eram lançados contra varandas ou virados de lado. Doze pessoas foram resgatadas de um ônibus em uma ponte.

"Este é um desastre bíblico", disse Yianna Krikouki, prefeito de Mandra, à emissora estatal ERT. "Tudo se foi".

Veículos pesados, um ônibus e carros ficaram presos debaixo de mais de um metro de água em uma via expressa próxima. A força da água rompeu muros e invadiu estradas.

"As paredes ruíram, os carros foram arrastados e quebraram tudo aqui. Não sobrou nada", disse a moradora de Mandra Marina Kolia. "A água está em todos os lugares da casa".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos