Chanceler libanês diz esperar que Hariri retorne a Beirute após visita à França

MOSCOU (Reuters) - O ministro de Relações Exteriores do Líbano, GebranBassil, disse em Moscou que espera que Saad al-Hariri, que renunciou ao cargo de primeiro-ministro do país no dia 4 de novembro, retorne a Beirute depois que completar sua visita à França, relatou a agência de notícias russa RIA.

Bassil disse que o principal objetivo, agora, é que Hariri possa retornar ao Líbano sem quaisquer condições ou restrições à sua liberdade e que, uma vez no Líbano, possa decidir se quer ou não deixar o cargo de primeiro-ministro, segundo a agência.

Ele acrescentou que Hariri ainda deve ser considerado como o primeiro-ministro do Líbano. A viagem de Hariri para a França tinha como único objetivo garantir seu retorno ao Líbano, relatou a agência.

Bassil disse mais cedo nesta sexta-feira que algumas forças estão tentando depor o líder libanês.

(Reportagem de Christian Lowe)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos