EUA e Coreia do Sul farão exercício aéreo conjunto no início de dezembro

SEUL (Reuters) - As Forças Aéreas da Coreia do Sul e dos Estados Unidos devem realizar um exercício aéreo conjunto de praxe no mês que vem, e usarão seis caças antirradar F-22 Raptor nas manobras, disse uma autoridade do Ministério da Defesa sul-coreano nesta sexta-feira.

O exercício, chamado Ás Vigilante, acontecerá entre 4 e 8 de dezembro, informou a fonte à Reuters. Os F-22 terão a companhia de aviões F-35, disse uma autoridade da Força Aérea dos EUA.

O Ás Vigilante é realizado rotineiramente pelos dois países aliados para simular defesas em tempo de guerra.

Cerca de 12 mil militares norte-americanos participarão ao lado de sul-coreanos, e 230 aeronaves serão utilizadas em oito instalações militares dos EUA e da Coreia do Sul, relatou a Sétima Força Aérea dos EUA em um comunicado à imprensa.

Fuzileiros navais e tropas da Marinha também participarão, acrescentou.

"Este exercício de combate realista foi concebido para intensificar a interoperabilidade entre as forças dos EUA e da República da Coreia e aumentar a eficiência de combate de ambas as nações", disse o comunicado.

O exercício ocorre num momento em que a Coreia do Norte segue com seus programas nuclear e de mísseis, desafiando a condenação global e as sanções, ainda que o regime não realize testes há dois meses.

Pyongyang protesta com veemência contra exercícios conjuntos desta natureza, que vê como uma agressão a seu país.

(Por Christine Kim)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos