PUBLICIDADE
Topo

Presidente do Líbano realiza conversas sobre governo de premiê Hariri

27/11/2017 11h13

BEIRUTE (Reuters) - O presidente do Líbano, Michel Aoun, realizou conversas nesta segunda-feira com líderes políticos sobre o futuro do governo do primeiro-ministro, Saad al-Hariri, depois que ele adiou sua repentina renúncia ao cargo.

Uma autoridade libanesa graduada disse que a reunião no palácio presidencial em Baabda teve como objetivo ajudar o governo de Hariri a se reerguer, após semanas de instabilidade política desencadeada pela renúncia de Hariri feita em Riad no dia 4 de novembro.

Autoridades libanesas dizem que a Arábia Saudita forçou Hariri a renunciar e o deteve contra sua vontade, desencadeando uma intervenção da França que levou a seu retorno a Beirute na semana passada.

Riad diz que Hariri, principal político muçulmano sunita do Líbano e aliado de longa data da Arábia Saudita, renunciou por vontade própria e nega ter mantido o primeiro-ministro em seu território.

Em seu discurso de renúncia, Hariri criticou fortemente o Irã e seu aliado altamente armado, o grupo muçulmano xiita Hezbollah, por se intrometer no mundo árabe. Desde que voltou a Beirute, Hariri tem dito que todos os libaneses devem respeitar a política de Estado de "desassociação", ou de se manter fora de conflitos regionais --em uma referência ao Hezbollah.

(Reportagem de Tom Perry e Laila Bassam)