Coreia do Norte dispara míssil balístico

(Reuters) - A Coreia do Norte disparou um míssil balístico na quarta-feira (horário local), disseram duas fontes do governo dos Estados Unidos, uma semana depois que o presidente Donald Trump colocou a Coreia do Norte de volta à lista dos EUA de países que apoiam o terrorismo.

Mais tarde, o Pentágono disse que detectou um "provável" lançamento de mísseis da Coreia do Norte.

"Detectamos um provável lançamento de mísseis da Coreia do Norte. Estamos no processo de avaliar a situação e forneceremos detalhes adicionais quando disponíveis", disse o porta-voz do Pentágono, Coronel Robert Manning, a jornalistas.

Ele disse que o provável lançamento foi detectado às 16h30 (horário de Brasília).

O míssil voou para o leste, e os militares sul-coreanos disseram que estão analisando os detalhes do lançamento com os Estados Unidos.

Os militares sul-coreanos afirmaram terem conduzido um exercício de disparo de mísseis em resposta à provocação da Coreia do Norte.

A NHK no Japão, citando o Ministério da Defesa, informou que o míssil pode ter aterrisado nas águas da zona econômica exclusiva do Japão.

A fonte dos EUA disse à Reuters que nenhum outro detalhe estava disponível imediatamente.

Depois de disparar mísseis a um ritmo de cerca de dois ou três por mês desde abril, os lançamentos de mísseis norte-coreanos sofreram uma pausa depois do lançamento de um míssil que passou pela ilha japonesa de Hokkaido, em 15 de setembro.

(Por Tim Ahmann e Mark Hosenball)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos