Vice-premiê irlandesa renuncia e evita ameaça de eleição antecipada

Por Padraic Halpin e Conor Humphries

DUBLIN (Reuters) - A vice-primeira-ministra irlandesa, Frances Fitzgerald, renunciou nesta terça-feira, evitando a queda do governo e uma potencial eleição antecipada que ameaçava complicar as negociações para a saída do Reino Unido da União Europeia, o chamado Brexit, no mês que vem.

Partidos de oposição exigiam a renúncia de Fitzgerald após a divulgação de novos documentos sobre a controversa maneira que ela lidou com um delator policial que denunciou corrupção na polícia.

O Fianna Fail, principal partido de oposição, que sustenta o governo de minoria liderado pelo primeiro-ministro Leo Varadkar, do partido Fine Gael, disse que a renúncia da vice-premiê significa que será evitada a realização de uma eleição em dezembro. O partido havia alertado que forçaria a antecipação do pleito se Fitzgerald se recusasse a renunciar.

"Hoje eu tomei a decisão de entregar minha renúncia ao Taoiseach (primeiro-ministro), deixando o cargo com efeito imediato", disse Fitzgerald em comunicado.

"Decidi sobre esta ocasião para colocar o interesse nacional à frente de minha própria reputação pessoal. Acredito que é necessário tomar essa decisão para evitar uma indesejada e potencialmente desestabilizadora eleição geral neste momento historicamente crítico."

A crise política irlandesa explodiu às vésperas de uma cúpula crucial sobre o Brexit no mês que vem, na qual Varadkar deve desempenhar papel importante. Ele precisa dizer a seus colegas líderes da UE se acredita que foi feito progresso suficiente sobre o futuro da fronteira entre a Irlanda e a Irlanda do Norte, pertencente ao Reino Unido.

A fronteira, a única divisa entre o Reino Unido e a UE, é uma das três questões que Bruxelas quer ver amplamente resolvida antes de decidir avançar as conversas sobre o divórcio britânico para uma segunda fase que tratará de comércio, como quer o Reino Unido.

Embora Varadkar tenha provavelmente evitado ter de ir à cúpula sobre o Brexit numa condição de interinidade, a maneira como ele lidou com a crise o prejudicou seriamente, seu partido Fine Gael e as relações com seus oponentes do Fianna Fail.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos