Oposição síria quer pressão da Rússia para acordo na Síria dentro de seis meses

Por Tom Miles

GENEBRA (Reuters) - A oposição da Síria quer que a Rússia e outros Estados coloquem pressão sobre o presidente Bashar al-Assad para que adentre conversas de paz em Genebra visando uma solução política dentro de seis meses, disse o chefe da delegação opositora no início de negociações nesta quarta-feira.

“Nós queremos mais pressão sobre o regime para que entre na negociação e continue na negociação para alcançar uma solução política em seis meses, conforme a (resolução do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas) 2254 diz”, disse Nasr Hariri à Reuters.

“Apenas falando sobre uma transição política sem nenhum avanço, nós iremos perder nossa confiança no processo e nosso povo irá perder sua confiança em nós e no processo em si.”

Hariri disse que a Síria e seu aliado Irã querem que a luta continue até que possam declarar uma vitória militar, e que não estão abdicando de termos para reduzir confrontos em áreas como Ghouta Oriental, um enclave sitiado tomado por rebeldes.

“Caso a situação continue como está agora, eu acho que há um grande perigo nestes acordos”.

A Rússia havia articulado uma pausa em confrontos em Ghouta Oriental por dois ou três dias, o que mostrou que Moscou possuía o poder para garantir que acordos de desescalada fossem respeitados, disse.

Um monitor da guerra e uma testemunha disseram nesta quarta-feira que intensa troca de tiros atingiu Ghouta Oriental, apesar do início da trégua apoiada pela Rússia na região.

A guerra civil da Síria está agora em seu sétimo ano e rodadas anteriores de negociação não tiveram praticamente nenhum progresso, com nenhum contato direto entre as delegações opositoras, que se revezaram para encontrar o mediador da ONU Staffan de Mistura. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos