Terremoto atinge sudeste do Irã destruindo casas; moradores temem mais tremores

Por Parisa Hafezi

ANCARA (Reuters) - Um forte terremoto de magnitude 6,0 atingiu o sudeste do Irã nesta sexta-feira, deixando ao menos 42 feridos e destruindo diversas casas em uma área onde a maior parte das pessoas mora em vilarejos de casas de barro. A mídia estatal disse que nenhuma morte foi relatada.

Funcionários de resgate, equipes especiais com cães farejadores, unidades da Guarda Revolucionária do Irã e forças da milícia Basij foram enviados a áreas atingidas pelo terremoto na província de Kerman, afirmou a agência de notícias semi-oficial do Irã.

A TV estatal disse que muitos moradores saíram correndo de suas casas na cidade de Kerman e em vilarejos próximos, temendo mais tremores depois que cerca de 30 tremores secundários vieram após o terremoto de 6h32 (00h32, no horário de Brasília).

"O terremoto destruiu algumas casas em oito vilarejos mas, até agora, não houve fatalidades", disse uma autoridade local à TV estatal.

O Serviço Geológico dos EUA (USGS) disse que o terremoto, inicialmente classificado como de magnitude 6,3, foi centrado 58km ao nordeste da cidade de Kerman, que tem população de mais de 821 mil pessoas. O tremor foi muito superficial, com profundidade de 10 km, o que amplificou os efeitos na área pobre e escassamente povoada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos