Casa Branca está aberta a pequenas mudanças em reforma tributária

WASHINGTON (Reuters) - A Casa Branca está disposta a considerar um pequeno aumento na alíquota de imposto corporativo se isso for necessário para aprovar a proposta de reforma tributária no Congresso dos Estados Unidos, disse o chefe de Orçamento da Casa Branca, Mick Mulvaney, neste domingo.

Mulvaney fez esses comentários depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, sugeriu no sábado que a alíquota de imposto corporativo pode acabar sendo de 22 por cento quando o Senado e a Câmara dos Deputados reconciliar suas versões da proposta, embora a alíquota em ambos os textos esteja atualmente em 20 por cento.

"Meu entendimento é que a proposta do Senado tem uma alíquota de 20 por cento agora. A Câmara tem uma alíquota de 20 por cento agora. Estamos felizes com ambos esses números", disse Mulvaney em entrevista ao programa "Face the Nation", da emissora CBS.

"Se algo pequeno acontecer na reconciliação (das propostas) que nos leve a atravessar a linha de chegada, vamos analisar caso a caso. Mas não acho que você verá qualquer mudança significativa em nossa posição sobre os impostos corporativos", disse Mulvaney.

(Reportagem de Roberta Rampton)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos