França deveria saber que mísseis do Irã não são negociáveis, diz porta-voz

BEIRUTE (Reuters) - A França deveria saber que o programa de mísseis do Irã não é um tema que pode ser negociado, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores iraniano, Bahram Qassemi, em uma entrevista à mídia estatal nesta segunda-feira.

"Uma autoridade francesa, outras autoridades que queiram falar dos assuntos iranianos precisam prestar atenção aos acontecimentos profundos que ocorreram na região nas últimas décadas e às grandes mudanças entre a situação atual e o passado", disse Qassemi nesta segunda-feira, segundo a mídia estatal.

"A República Islâmica do Irã definitivamente não negociará em questões de defesa e mísseis."

A tensão entre o Irã e a França aumentou no mês passado, quando o presidente francês, Emmanuel Macron, disse que o Irã deveria ser menos agressivo na região e prestar esclarecimentos sobre seu programa de mísseis balísticos.

Seu chanceler também denunciou, durante uma visita à Arábia Saudita, as "tentações hegemônicas" de Teerã.

A França poderia desempenhar um papel produtivo no Oriente Médio adotando uma "abordagem realista e imparcial", afirmou o presidente iraniano, Hassan Rouhani, a Macron em um telefonema há duas semanas, de acordo com a mídia estatal iraniana.

Segundo a mídia estatal, Rouhani disse a Macron que sua nação está disposta a desenvolver suas relações com Paris em todos os temas bilaterais, regionais e internacionais com base no respeito mútuo e em objetivos comuns.

(Por Babak Dehghanpisheh)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos